Dicas Para Emagrecer o Braço

O emagrecimento é um processo generalizado e não é possível definir especificamente de que parte do corpo gordura será eliminada. Cada organismo funciona de uma maneira e alguns acumulam mais gordura em uma região e também emagrecem mais em determinada região.

Portanto, a dica é sempre aliar a prática de atividades aeróbicas com atividades de fortalecimento muscular dos membro superiores. Assim, ao passo que você vai eliminando a gordura, vai tonificando os músculos do local.

Então, vamos ver algumas ótimas dicas de como emagrecer o braço e se livrar das gordurinhas dessa região.

Além das dicas a seguir, gostaria de lhe dizer que o suplemento natural para emagrecer laxfitness funciona muito bem para emagrecer os braços também.

Por que os braços acumulam gordura?

Eliminar alguns quilos pode até não ser a missão mais difícil do mundo, mas de alguns lugares do corpo é especialmente mais complicado, como os braços.

As mulheres são especialmente afetadas, pois possuem 20% menos massa magra que os homens e 10% mais de gordura. Já o braço é um dos lugares que mais acumula gordura no corpo feminino, tal como a barriga e o pescoço.

Portanto, é uma questão de composição corporal mesmo, além de biotipo, visto que algumas pessoas têm mais propensão a esse acúmulo.

Como emagrecer o braço?

Comece sempre aquecendo o corpo para evitar lesões e não trabalhar a musculatura fria. Não esqueça que a sua rotina também deve incluir a prática de atividades aeróbicas, que contribuem para queima de gordura.

Entendido isso, as dicas são de atividades que trabalhem os músculos e ajudem a tonificar a região, aumentando a firmeza. Veja algumas opções a seguir:

  • Flexão de braços

A flexão de braços é uma das melhores alternativas para acabar com o músculo do tchau. Então, faça flexões com os braços bem próximos ao corpo.

Se preferir, inicialmente, pode fazer a atividade com o corpo apoiado sobre os joelhos, mas se conseguir, já fique apoiado sobre os pés.

  • Crucifixo

O exercício de crucifixo com haltere em banco inclinado também é ótimo para trabalhar esse grupo muscular. Ajuda muito a eliminar aquela gordurinha mas perto das axilas.

  • Para fazer em casa

Nessa atividade, você pode ficar em pé e colocar-se em posição ereta. Mantenha seus ombros no lugar e eleve os braços, mantendo as palmas das mãos para cima, em direção ao teto.

Faça movimentos de girar o pulso para frente por cerca de 3 minutos e, em seguida, faça mais 3 minutos de movimento de girar o pulso para trás.

Seguindo essas dicas você já conseguirá emagrecer os braços!

Dieta Rina 90: é mesmo possível perder até 25kg em 90 dias?

A dieta Rina 90 é uma dieta dissociada muito popular na Rússia, concebida por Breda Hrobat, Mojca Poljansek e Dr. Celanche. A dieta permite que você perca até 25 kg de gordura em nenhum momento.

Rina Diet 90 plano alimentar

A dieta Rina promete perda de peso massiva em nenhum momento.

A duração é de três meses (90 dias) , durante os quais um mini ciclo de quatro dias deve ser repetido continuamente. Cada um desses quatro dias envolve principalmente o consumo de apenas um tipo de alimento até a plenitude.

Seguindo inúmeros depoimentos de nossos leitores, relatamos aqui um suplemento, não faz parte da Dieta Rina 90,  composto apenas de extratos naturais que promove a perda rápida de gordura corporal.

Acreditamos ser importante relatar este produto porque ele tornará a perda de peso mais eficaz e rápida. Será um grande aliado para emagrecer!

O suplemento é produzido na Itália e composto de extratos naturais.

Agora vamos ver o que comer durante os mini-ciclos de 4 dias (rotação de 90 dias) :

Dia Um – Proteína

Café da manhã:

  • Café ou chá sem açúcar e sem adoçantes.
  • Uma ou duas pequenas frutas frescas da estação (o café da manhã com frutas é uma constante na dieta da Rina, pois é uma ótima maneira de começar o dia estocando vitaminas, enzimas, líquidos e carboidratos de alta qualidade) .

Almoço:

  • Um alimento a ser escolhido entre os seguintes: carne magra, ou peixe branco, ou queijo com pouca gordura, ou ovos, ou tofu; coma até se fartar , sem fazer contagem de calorias. Anote apenas o peso do alimento consumido: ele será usado para calcular a outra metade para comer no jantar.
  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) .
  • Uma fatia de pão integral (40 gramas).

Jantar:

  • Consumir metade da mesma proteína alimentar ingerida no almoço.
  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) .

Segundo dia – Amidi

Café da manhã:

  • Café ou chá sem açúcar e sem adoçantes.
  • Uma ou duas pequenas frutas frescas da estação.

Almoço:

  • Uma escolha de comida de: feijão, ervilha, soja, lentilha, cevada, arroz, grão de bico, batata, quiabo, painço, cereais; coma o quanto quiser , sem contar as calorias. No entanto, calcule o peso do alimento ingerido: ele será usado para dosar outra metade do mesmo alimento para comer no jantar.
  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) .

Jantar:

  • Consuma metade da mesma comida amilácea consumida no almoço.
  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) .

Terceiro dia – Carboidratos

Café da manhã:

  • Café ou chá sem açúcar e sem adoçantes.
  • Uma ou duas pequenas frutas frescas da estação.

Almoço:

  • Uma escolha de alimentos de: macarrão, cuscuz cuscuz, pão, breadsticks, crackers, pizza com legumes, macarrão com legumes, polenta, crepes; coma até se fartar , sem fazer contagem de calorias. Anote o peso do alimento ingerido, de modo a pesar a outra metade para comer no jantar.
  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) .

Jantar:

  • Consumir metade do mesmo alimento amiláceo consumido no almoço ou 150 gramas de sorvete.
  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) .

Quarto dia – Vitaminas

Café da manhã:

  • Café ou chá sem açúcar e sem adoçantes.
  • Uma ou duas pequenas frutas frescas da estação.

Almoço:

  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) .
  • Fruta da época à vontade.
  • 50 gramas de frutas secas.

Jantar:

  • Fruta sazonal à vontade;
  • Vegetais sazonais à vontade (cozidos e / ou crus) ;
  • 50 gramas de frutas secas.

Uma dica para acelerar os resultados é fazer o uso do 100 peso emagrecedor, ele é um produto natural para perda de peso, que usado juntamente com essa dieta, dá uma ótimo resultado.

Como continuar após os primeiros 4 dias de dieta?

O plano de refeição de quatro dias acima deve ser repetido ciclicamente.

Portanto, depois de consumir o dia das vitaminas, ele retornará ao dia das proteínas e assim por diante por noventa dias.

Dia 29 – Jejum de água

A cada sete ciclos de quatro dias, ou uma vez por mês, no vigésimo nono dia, é necessário fazer um dia de jejum apenas com água ou chás de ervas sem açúcar.

As Regras da Dieta Rina 90

Como em todas as dietas que se respeitam, existem regras básicas a seguir:

  • precisa beber muito durante o dia (2 litros de água são suficientes) e fazer atividade física constante;
  • é possível beber uma xícara de chá quente ou caldo de vegetais após uma refeição;
  • use no máximo 2 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem por dia ;
  • no dia dedicado às vitaminas, não use condimentos ;
  • acompanhar a distribuição das refeições e os intervalos estabelecidos ;
  • é estritamente proibido pular refeições , basta seguir a tabela nutricional ilustrada acima;
  • para maximizar o efeito de emagrecimento da dieta, recomenda- se tomar o seguinte suplemento natural durante os 90 dias do plano alimentar Rina:

Perca 25kg em 3 meses… É possível!

Seguindo essas regras simples, a dieta garante uma perda de peso de até 25 kg em 90 dias , por isso é especialmente recomendada para pessoas em condições de obesidade grave ou sobrepeso.

As origens desta dieta

Os primórdios da dieta Rina podem ser encontrados não muito tempo atrás: era 2004, quando dois escritores eslovenos, Hrobat e Poljansek, assistidos pelo Dr. Celan, conceberam este plano nutricional eficaz na revista ‘Rina’.

No mesmo ano, foi lançado o primeiro livro sobre a dieta da Rina, que causou sensação principalmente em países do Leste Europeu como Romênia, Alemanha e Eslováquia, e está prestes a ser publicada uma edição também em inglês.

Infelizmente, o livro sobre a dieta de Rina não está disponível em italiano.

Prós e contras desta dieta

Os aspectos absolutamente positivos da dieta de Rina são:

  • dentro do padrão cíclico previsto, deixa muita liberdade para decidir, no dia a dia, o que comer, sem quaisquer restrições .
  • O consumo prevalente de apenas um tipo de alimento, acompanhado de vegetais, favorece uma melhor digestão e proporciona uma sensação de bem-estar geral.
  • Acostume o corpo a porções cada vez menores de comida com o passar dos dias. Na verdade, o caminho da alimentação, mesmo que não limite a quantidade de alimento, dificilmente leva ao consumo de grandes porções de alimentos do mesmo tipo. Em vez disso, tendemos a consumir quantidades cada vez menores de pratos. E o mais importante, quando o corpo finalmente se adaptou, voltar será mais difícil.
  • Requer atividade física regular e consumo constante de verduras e frutas (sempre presentes pela manhã).

No entanto, também podemos detectar fatores negativos.

  • Dietas dissociadas não são realmente aplicáveis ​​e eficazes, pois, de fato, todo alimento tem uma composição nutricional complexa. Na verdade, é difícil para um alimento conter apenas e exclusivamente carboidratos, ou apenas proteínas ou apenas vitaminas. Em cada alimento encontramos diferentes valores dessas categorias.
  • O dia de jejum também é um ponto sensível. Costumamos consumir três refeições por dia, e com essa dieta indo de semanas em que você come o que quiser, independente das calorias e quantidades, até um dia inteiro sem tocar em alimentos sólidos, mas apenas em líquidos como água e chás de ervas, é realmente difícil. Portanto, é fácil cair em tentação e arriscar estragar tudo.
  • Além disso, deve-se considerar também que esta dieta visa, na melhor das hipóteses, reduzir o peso de cerca de vinte e cinco quilos no espaço de três meses. Uma quantia enorme, quando você pensa que isso significa perder cerca de dois quilos por semana. Essa perda de peso significativa pode causar danos ao corpo e, portanto, só é recomendada para aqueles que sofrem de obesidade grave. Certamente a dieta não é adequada para quem está ligeiramente acima do peso.

Conclusões

Em resumo, examinamos os pontos fortes e fracos da dieta Rina e como ela deve ser realizada.

Lembramos ainda que qualquer dieta (sim, mesmo esta) , não terá um efeito significativo se não for acompanhada de uma atividade física praticada pelo menos três vezes por semana.

E não falamos necessariamente de atividades como ginásio, desporto ou piscina, bastaria fazer longas caminhadas em alta velocidade, ou caminhadas na montanha, algo que é relaxante e cansativo ao mesmo tempo.

Esclarecido isso, devemos lidar também com o fato de que não basta seguir o ditame dessa dieta por três meses, talvez até tenha resultados, e depois abandonar tudo. É tão difícil perder peso quanto é muito fácil recuperá-lo.

Então, o ensino de toda dieta, e da dieta da Rina em particular, é mudar completamente o registro, entender que a alimentação é fundamental, que é preciso comer sempre de forma correta e saudável. Isso fará com que se veja cada vez mais bela e, acima de tudo, mais saudável.

A dieta Rina é recomendada sobretudo pela mensagem que encontramos por trás de suas prescrições: se você é sedentário (uma das maiores causas da obesidade no mundo) e se alimenta sem regras, é só mudando o que acontece na sua cabeça, antes no seu corpo, para trazer melhorias.

Só com boa vontade você pode sair de uma condição que por muitos causa transtornos. Mens sana in corpore sano , costumavam dizer os latinos: uma dieta correta só pode ser seguida se a pessoa estiver psicologicamente pronta para mantê-la, todo o resto segue em conformidade.

Como tratar estrias na pele negra

Um dos pesadelos femininos, as estrias, podem surgir na adolescência, durante uma gravidez, e em outras numerosas condições.

Caracterizadas pelo rompimento das fibras, em função de um estiramento excessivo da pele, acabam dando origem à marquinhas, chamadas estrias, que podem ir de tons avermelhados, até os mais esbranquiçados.

Embora elas possam surgir em todas as raças, a incidência maior é em mulheres da raça negra, onde as estrias mais tardias, as esbranquiçadas, ficam muito mais aparentes, causando mais desconforto estético.

Infelizmente, elas podem surgir em qualquer lugar, e estão relacionadas à distensão da pele. Costumam aparecer, principalmente nas mamas, axilas, coxas internas e laterais, nádegas, abdômen e algumas vezes nas costas e joelhos.

Tratamentos para estrias

Atualmente, já podemos contar com excelentes tratamentos, que visam, principalmente, afiná-las, torná-las mais transparentes, alguns atuam descolando as fibras e cortando-as, para estimular a formação de colágeno, o melhor deles é o silk skin, mas além dele deixamos algumas dicas abaixo.

Enfim, têm tratamentos para todos os gostos, bolsos e necessidades, para todos os tipos de pele, sendo menos complexo o tratamento quando elas ainda estão na fase inicial, ou seja, avermelhada.

No entanto, apesar de modernas, nenhuma das técnicas atuais prometer 100% de cura, apenas amenizá-las ao máximo.

Dentre as muitas possibilidades de tratamentos, confira abaixo as mais usuais:

Cremes

As opções de cremes podem variar entre óleos diversos, vitaminas, despigmentantes  e ácidos, os quais podem ser usados separados ou associados.

Peeling

São aplicadas substâncias mais fortes na estria, ou região afetada, para descamar a pele, para que fique mais homogênea e com uma textura melhor.  Também podem ser injetados estimuladores de colágeno.

Transcisão

São introduzidas agulhas sob as estrias para romper as fibras abaixo das mesmas e estimular a formação de colágeno;

Laser

Podem ser usados diversos tipos de laser, cada um com diferentes princípios de ação, e o laser de CO2 (gás carbônico) vem fazendo muito sucesso, pois costuma melhorar muito o quadro.

Estrias na Pele Negra

Infelizmente, ainda não se chegou a uma forma mais eficaz de tratar as estrias na pele negra, cujos resultados não costumam agradar muito, e isso por, geralmente, apresentar problemas como alterações de cor da pele, dificuldades na cicatrização, podendo resultar em quelóides de tamanhos variáves e de difícil tratamento.

Por conta disso, a melhor forma de tratar estrias na pele negra ainda é através da prevenção e dos cuidados logo ao perceber alguma alteração.

Assim, vale evitar a variação de peso corporal, o efeito sanfona, evitando o estiramento da pele e a formação das estrias.

Vale observar que o uso de próteses exageradas também facilita o surgimento  das estrias.

Por fim, nunca é demais ressaltar que as técnicas estão sujeitas a complicações ou contraindicações como, por exemplo, mães que estão amamentando, não podem utilizar determinados cremes nem peelings.

Complicações

No caso de complicações com tratamentos, podemos citar a descoloração, a mancha na pele, as cicatrizes, principalmente, em pacientes com pele mais escura ou tendências a formação de quelóides ou cicatrizes.

Dicas para proteger seu cabelo cacheado do sol

Seu cabelo é cacheado? Você sabe como protegê-lo dos efeitos do sol? Então confira as dicas abaixo e aproveite muito bem o verão sem medo do sol!

No verão, com as temperaturas lá em cima, é muito comum as pessoas se preocuparem com os efeitos do sol na pele mas esquecerem seus efeitos nos cabelos.

O fato é que aprender a proteger seu cabelo cacheado dos efeitos do sol é fundamental para mantê-los bonitos e saudáveis, não só no verão, mas durante o ano todo.

E não pense que é preciso gastar rios de dinheiro para isso, na verdade, bastam alguns cuidados simples antes, durante e depois da exposição ao sol, seja na praia, piscina, cachoeira,  e pronto, já será o suficiente para garantir que os raios solares não danifiquem e ressequem a fibra capilar.

Se animou? Então, anote essas 4 dicas super simples e básicas para aprender a cuidar melhor de seus cabelos cacheados e poder curtir sem medo a temporada de sol e calor.

1) Protetor solar antes da  praia

Tal como acontece com a pele, o protetor solar é indispensável na hora de proteger, também, os fios, tanto no verão quanto no restante do ano.

Embora o sol tenha efeitos mais nocivos sobre a pele, ele também pode danificar as cutículas que envolvem o cabelo, fragilizando a estrutura e facilitando a perda de água. Resultado: fios ressecados e sem vida.

Por isso, é importante bloquear a ação nociva do sol com um protetor solar específico para cabelos cacheados.

Vale saber que um bom produto específico irá formar um filme ao redor da fibra, que é o que vai impedir a ação dos agentes que provocam danos. Basta aplicar no cabelo seco ou úmido antes de sair de casa, reaplicando ao longo do dia, sempre que necessário.

2) Chapéus e barracas

E se quer ter cabelo cacheado de capa de revista, então, não basta se armar com um bom protetor solar no seu cabelo, é preciso somar forças com um bom e conhecido  chapéu, ou uma barraca, mas desde que tenham filtro UV.

Lembrando que hoje há muitas opções de chapéus e barracas com filtro UV nos mais variados estilos, cores e preços.

Se você tem os cabelos fracos, existem suplementos para fortalecer os cabelos, e o big hair funciona melhor que qualquer outro produto para fortalecer e dar vida aos fios.

3)Lavar e nutrir o cabelo

E os cuidados com os efeitos do sol não acabam após a praia, piscina, cachoeira, na verdade, eles continuam, já que é preciso lavar a cabeça com produtos que continuem o tratamento do cabelo para que fique mais resistente aos danos.

Para quem não sabe, o cabelo cacheado tem uma tendência natural a ser mais seco, e isso porque a ondulação do próprio cabelo, acaba dificultando a passagem da oleosidade da raiz para as pontas, por isso, depois de um dia sob o sol, é fundamental caprichar com um bom tratamento na fibra.

Para fazer hidratação no cabelo cacheado após o sol, use um bom shampoo e uma máscara, para repor os nutrientes, cuidando do cabelo por dentro e por fora, ajudando a nutrir, reduzindo o frizz e conferindo uma nova camada de proteção à fibra.

Aplique primeiro o shampoo, massageando delicadamente o couro cabeludo e enxaguando. Em seguida, aplique a máscara no comprimento e nas pontas, massageando mecha por mecha. Espere agir pelo tempo indicado na embalagem e enxágue abundantemente.

4) Leave-in para selar

Quem tem cabelo cacheado não pode esquecer da finalização, que é fundamental não apenas para manter os cachos definidos e sedosos mas também para preservar a saúde do cabelo.

O leave-in ajuda a selar melhor a hidratação dentro da fibra, prolongando o efeito da hidratação.

Por isso, no verão, capriche no leave-in com proteção solar após depois o banho para blindar os fios ao longo do dia, e querendo, pode aplicar em seguida outros cremes e finalizadores específicos para cachos, que já use normalmente.

E é isso, com esses simples, mas importantes cuidados, estará protegendo seu cabelo dos efeitos nocivos do sol.

Dicas simples para melhorar sua vida sexual

Seja um caso de uma noite, uma aventura ou um relacionamento de longo prazo, o bom sexo é uma necessidade, não uma opção.

Vamos ser sinceros, não importa quão bons homens pensem que estão na cama, sempre há espaço para melhorias.

Senhores, aqui estão algumas dicas personalizadas para ajudar você a melhorar o desempenho do seu quarto e o prazer do seu parceiro.

O que significa ‘ser eficiente’ na cama realmente significa?

Algumas pessoas pensam que o sexo é uma espécie de competição. De fato, durante a relação sexual, alguns fazem grandes esforços para durar o maior tempo possível, enquanto outros se forçam a atingir o orgasmo o mais rápido possível. Bem, sexo não é uma corrida e você obviamente não quer terminar primeiro (a menos que ainda esteja ativo e ajude seu parceiro a terminar).

O sexo é um encontro entre duas pessoas que querem se divertir, compartilhar momentos íntimos e agradáveis ​​por uma noite ou uma vida inteira.

Você não será capaz de adivinhar diretamente o que o outro gosta. Com o tempo, você se conhece.

O principal é que vocês se divirtam juntos em cumplicidade e respeito. Ser eficiente na cama, portanto, significa saber como satisfazer seu parceiro sexual.

De acordo com vários estudos científicos e especialistas em sexo, há muitas outras maneiras além de fazer sexo diariamente ou tentar novas posições para melhorar seu desempenho na cama. Surpreendentemente, muitos deles acontecem fora do edredom.

Se você está sofrendo com impotência sexual, quero lhe mostrar um produto natural que está fazendo maior sucesso para resolver esse problema, o suplemento é o laxpower que além de melhorar o desejo sexual, ele ainda aumenta a ereção e retarda a ejaculação.

Aqui estão algumas dicas para melhorar seu desempenho sexual:

1. Conheça o seu parceiro

Sexo não é um relacionamento de mão única.

Você deve prestar muita atenção aos desejos do seu parceiro. É isso que pode ajudá-lo a aproveitar ao máximo o momento.

É necessário ouvir o corpo do outro e garantir que o prazer seja compartilhado. As mulheres se preocupam mais com os momentos passados ​​juntos do que com o seu tamanho e quanto tempo você dura.

Ouça o seu parceiro e suas fantasias ou gostos sem julgamento ou interrupção.

Ao aprender a satisfazer os desejos do seu parceiro, você irá, sem perceber, dar o seu melhor desempenho noite após noite.

A conexão emocional que você estabelece pode levar a uma maior cumplicidade entre os lençóis.

2. Fale abertamente

Estresse e fadiga são os principais fatores que impedem que você tenha uma boa ereção e alcance um orgasmo.

Portanto, é importante discutir seus medos na cama com seu parceiro, o que também fortalecerá seu relacionamento.

3. Não pense no orgasmo constantemente

Muitas pessoas pensam apenas em atingir o orgasmo durante o sexo.

Pensar nisso o tempo todo interrompe a área do cérebro responsável pelo orgasmo. Em vez disso, concentre-se no seu parceiro e nos sentimentos dele.

O desejo de agradá-la pode atrasar o orgasmo. Além disso, concentre-se nas preliminares e reserve um tempo para apimentar seu ato, mudando de posição com frequência.

4. Pratique exercícios físicos

As atividades físicas desempenham um papel importante na circulação sanguínea.

Não é necessariamente uma questão de se tornar um grande esportista, mas praticar um esporte regularmente por pelo menos 30 minutos diários pode ser um bom começo.

Você pode começar com uma corrida simples.

A atividade física melhora a circulação sanguínea, o que tem um bom impacto no seu desempenho sexual.

Os homens, em particular, podem praticar exercícios de Kegel para obter melhor ereção e durar mais tempo.

5. Cuide do seu corpo

A boa saúde sexual vem antes de tudo da boa saúde física.

Obesidade ou excesso de peso aumentam as complicações. De fato, homens acima do peso são mais propensos à disfunção erétil.

Coma alimentos ricos em vitaminas, minerais e ácidos graxos ômega 3. Por exemplo, você pode comer frutos do mar, vegetais crus que podem melhorar sua saúde sexual e frutas como melancia, mamão, manga e datas que aumentam a libido.

Você também pode consumir afrodisíacos, como chocolate amargo, baunilha, açafrão, gengibre, aspargos. No entanto, se você tentou métodos naturais sem sucesso, procure suplementos que ajudem a melhorar o desempenho sexual.

Como manter a concentração

Se você está em período escolar, na faculdade ou fazendo algum curso, mas não anda conseguindo se concentrar como deveria nos estudos. Saiba que isso é muito mais comum do que pensa, e que a solução não é tão complicada assim.

Existem muitas técnicas e dicas disponíveis na internet que podem te ajudar, mas na tentativa de ser mais práticos, separamos as mais importantes e funcionais na hora do estudo.

Dicas para aumentar a concentração nos estudos

Não leia apenas, escreva: é importante escrever enquanto estuda, e não só ler. Quando só lemos as chances de perder a concentração são maiores. Quando estamos escrevendo, assimilamos e retemos melhor as informações.

Não digite, escreva a mão: de acordo com pesquisas, quem escreve a mão aprende mais que quem apenas digita. A escrita ativa mais redes neurais.

Faça resumos: resuma a matéria, faça fichamentos e esquemas. Mas não vale copiar o conteúdo dos livros. Para saber o que anotar, finja que está preparando uma cola para uma prova.

Revise a matéria dada em aula: e faça isso no mesmo dia. Além de não acumular matérias, rever o conteúdo dado em sala de aula no mesmo dia, fará seu cérebro entender que esse assunto é importante.

Desligue os aparelhos eletrônicos: na hora do estudo, não deixe o celular por perto, não caia na tentação de abrir as redes sociais, nem deixe a TV ligada.

Estude em um lugar arrumado e tranquilo: a sua casa pode até ser uma bagunça, mas o local onde você estuda precisa estar sempre organizado e silencioso. Coisas espalhadas acabam atrapalhando a sua concentração.

Faça uso do marca-texto: use canetas coloridas e marca-textos para destacar os pontos mais importantes da matéria. Isso ajuda a manter o foco no que é importante, especialmente se você tem problemas mais sérios de atenção.

Respeite o seu tempo de estudo: se você é mais produz melhor pela manhã, deixe para estudar as matérias mais complicadas nesse período. Quando sentir que a concentração não está rolando, faça uma pausa e volte depois. Os intervalos regulares são fundamentais.

Tenha uma rotina organizada e flexível: use uma agenda ou quadro de anotações para organizar suas tarefas e respeite isso. Faça programações realistas para que você não desanime. Defina o que vai estudar, e determine um horário razoável para que você consiga realizar suas demais tarefas do dia. E mantenha-se aberto para mudanças, imprevistos sempre surgem.

Crie um pequeno ritual antes dos estudos: sempre que for começar os estudos, faça um pequeno ritual antes. Pode ser pegar uma garrafa d’água, fazer um alongamento, ou qualquer outra coisa. Com o tempo esse ritual fara seu cérebro entender que é hora de estudar, e a concentração virá mais fácil.